F. von Schelling

A Ciência depende diretamente da abstração ou universalização de conceitos, com o estabelecimento de suas relações. A abstração é o rechaçamento consciente do elemento eferente. Dessa maneira, em alusão a Thomas de Aquino, pode-se distinguir “graus de abstração”.

Richard Wagner

Com a mesma finalidade, desenvolvemos na EPI-I um modelo utilizando conceitos musicais. Coincide com a visão de Schelling da Arquitetura como Música congelada. A tradução do espaço em tempo, como nos versos do Parsifal, de R. Wagner.

Neste processo original, o que vivenciamos no espaço real, da vida cotidiana, é transformado no espaço temporalizado da Música. O anteriormente sólido é tornado abstrato, podendo ser investigado no tempo-espaço musical.

Anúncios