quadro-ser-e-frase.jpg
Some of the terms:
  • The ultimate intensification of moments
  • The time-space as a source of information
  • Potential energy of the actions
  • Coherence and flexibility of the actions
  • Specialization to particular culture

________________________________

Abstract

The Systematic Enlightenment and Recivilization organizes important aspects of life. Its most unique feature is the use of  strong forces of the universe that influence our daily lives. The energies of these forces are applied for the life.

The intuitive application of the system needs training. In the future, we will need to turn it into software. So one of the key components of the system is the speed, as practiced by Albert Einstein.

_______________________________

O conceito moderno de idealidade significa a produção de funções sem objetos. Na verdade queremos  benefícios. Os objetos são adquiridos por fazerem parte do paradigma que relaciona a existência de funções a artefatos físicos.

Todavia, objetos custam matéria prima, trabalho de produção, manutenção, etc. O nível satisfatório de idealidade é pois: “o mínimo de objeto para o máximo de funções“.

Em sua forma original a Systematic Enlightenment and Recivilization cumpre este requisito.

A capacidade cognitiva do usuário funciona como objeto virtual para o acesso as inúmeras funções e benefícios do SER.

E, simultaneamente, a utilização do beneficio incorre na manutenção e desenvolvimento do “objeto”.

Seus benefícios recivilizatórios são impulsionados pela concepção da adequação incrementativa, praticada em diversas formas e funções.

Aqui algumas delas:

1 – Equilíbrio incrementativo de racionalidade, empirismo e irracionalidade. Trata-se do modo de pensar que possibilitou o grande desenvolvimento cientifico dos últimos 100 anos.

2 – Novo modo de relacionar-se com problemas. O problema como fonte de informações e mediador de benefícios.

3 – Utilização constante e intuitiva de planejamento e realização de ações importantes. O melhor da nascente ciência do planejamento.

4 – Relação ecológica e sustentável com forças destrutivas  e com o caos do dia a dia.

5 – Intromembração de cada momento a objetivos pessoais. E estes harmonizados ao projeto civilizatório.

6 – Treinamento e uso constante de inteligência criativa que resolve na prática o dilema do equilíbrio de liberdade individual, predileção, possibilidades e necessidades sociais e ecológicas.

7 – Transformação de contradições em recursos para funções e benefícios.

8 – Extensão da concepção de Socialidade a vida social, em geral.

9 – O ser humano como sistema ilimitado, permanentemente em crescimento e transformação, flexível, auto-transformativo e social.

10 – Vetor democratizante que permite o acesso as funções e benefícios mais superiores da existência, para o objetivo civilizatório da união da humanidade em sociedade supraplanetária.

Edson de Melo
outubro de 2014

_________________________________________________

Obrigado aos visitantes de 65 países.

O SER organiza aspectos importantes da vida. Seu aspecto mais original é a utilização de grupo de forças do Universo que influenciam em nossa vida diária. As energias de tais forças são aplicadas em sentido a vida e bem-estar.

Seus termos operam a clarificação de pensamentos, ações verbais, práticas e poéticas. Igualmente as relações com problemas do dia a dia,  com o tempo e planejamento,  estão sistematizadas.

O resultado é a superação das cadeias, também transcendentais, que limitam a vida do ser. Um de seus resultados colaterais é a diminuição de conflitos. Certamente de tendência ou crença na necessidade da violência e destruição.

Deste modo, aplicado intensamente o SER, produz superação, um transcender das condições atuais de vida, sem necessidade de transcendência. E isto, de modo moderno, adequado a sociedade e modo de pensar no século XXI. E integrando-se ao desenvolvimento da informática e inteligência computacional.

Um dos termos opera o SER em relação e função a cultura determinada. Utilizando o Banco de Dados que comecei a desenvolver, produz a Teoria do Brasil: Esclarece, detalhadamente, o comportamento dos brasileiros, com o histórico da origem de suas ações, ao longo do processo de formação da civilização ocidental e do país.

Nesse sentido, o SER diagnostifica a específica problemática na vida diária dos brasileiros, as razões de suas dificuldades, modo de pensar etc. E, contando com a inerente inteligência e criatividade, oferece meios para inúmeras e originais soluções.

Determinados termos oferecem explicitamente meios para a Recivilização: Reforma, refazimento ou reestruturação de sistemas de ações e hábitos de pensar e agir.

A aplicação intuitiva do sistema necessita treinamento. Futuramente, será necessário transformá-lo em software, aplicação para computadores, IPads etc., de modo que o cidadão opere o rápido processamento necessário. Pois, um dos componentes decisivo do sistema é a Simultaneidade, como praticada por Albert Einstein.

Isto pode ajudar aqueles que não possuem o treino ou velocidade cognitiva que o sistema exige.  Idosos, pessoas ainda pouco letradas etc.

Este foi o meu sonho de recivilização que realiza-se com este sistema.

Trata-se da “outra realidade” premente na criatividade de Albert Einstein e Alfred Whitehead, Charles Peirce, Isaac Newton, Maxwell e Stephen Hawking…. algo com futuro, para nossas vidas futuras e para o mundo do futuro. Algo para as gerações futuras.

O SER aplicado intensamente produzirá a recivilização e o genuíno desenvolvimento social e humano.

Edson de Melo
setembro de 2014