No SER a Socialidade cumpre a função de medida idealizada e orientativa para o objetivo genérico da recivilização.

Por ser microcosmo que representa a sociedade ideal, pode ser, igualmente, utilizada como unidade de quantificação do status de civilidade em uma cultura.

Isto é realizado por formulas que comparam o valor da civilidade ao valor referencial na Socialidade.

A Socialidade caracteriza-se pela relativa igualdade social, equilíbrio de objetividade e subjetividade, redefinição ou reforma no status de artes e ofícios, qualidade da comunicação, paradigma da pacifica e metódica construção cooperativa, uso moderado e realista da Metafisica, atmosfera cordial, pacifica, prazerosa e aconchegante.

Os conceitos dos acontecimentos acima descritos, formam a sua „ideia. Como acontecimento, a hierarquia dos conceitos abrangentes é determinada pela realidade básica, ou seja, o meio-ambiente onde são aplicados.

Depende da estrutura sócio-politica-econômica, socialização dos cidadãos, cultura, paradigma, objetivos, meios e sentido dado a vida das pessoas, genealogia da cultura, processo de formação do país, processos e instrumentos reformadores do estado civilizatório dos cidadãos.

Indica o modo de viver na sociedade, o nível de civilidade, realidade da vida cotidiana, caráter e sentido da cultura, grau de satisfação e felicidade, o histórico do povo e sua cultura.

Assim, estados extremos, como exagero nas alegrias e tristezas, inibem a Socialidade.

Este aspecto ressalta o equilíbrio e moderação, serenidade e estabilidade, como importantes dimensões e objetivos recivilizatórios.

Desse modo, a Socialidade é acontecimento classicista. Este é, claramente, seu Frame of Reference (FR).

Como microcosmo, é resumo de todos os acontecimentos, na historia da cultura, e das vidas individuais. No caso de sua implantação, expressão de superação e recivilização.

Como se todos os componentes que a impossibilitava tivessem sido superados, ao menos naquele momento. Dai, sua força.

Em resumo, as dimensões morfológicas da Socialidade são:

1 –- Reações amistosas: Expressão facial e corporal, gestos, entonação, dai, musicalidade particular, conceitos utilizados, modo de perguntar e responder,  concordar ou discordar.

2 –- –Iniciação amistosa de acontecimentos: Modos de saudação, expressão facial ou corporal correspondente,

3 –- –Moderação de Exageros e Radicalismo: Modo de apresentar opiniões, entonação da voz, expressão facial e corporal, integração da opinião na perspectiva de observação dos participantes, lealdade na introdução e utilização de argumentos, conceitos, fatos e dados.

4 –- –Garantia de Justiça: Os participantes agem em cenário de justiça suficientemente consolidada, no meio-ambiente sócio-politico-econômico. Isto é medido pelo status inter e transsubjetivo da justiça na sociedade. Igualmente, formulas básicas e adequadas podem fornecer o status de justiça.

5 –- –Reconhecimento da Competência dos Participantes: Isto aparece através de signos e componentes. Sua clara formulação permite que o status seja emitido por formula correspondente.

6 –- –Presença inter e transsubjetiva da igualdade: E pressuposto, inter e transsubjetivamente, que todos os participantes são iguais, em todos os sentidos.

7 –-  –Fatos da segurança social (integridade moral e social).

8 –- –Inter e Transsubjetividade da Segurança Física (Integridade): A integridade física-existencial-moral, igualmente ideológica dos participantes, não é colocada em perigo. Ao menos que seja estritamente necessário.

No SER encontra-se formula para emitir o status de segurança física no sistema.

9 –- ––Moderação do Volume Acústico: O volume das vozes, igualmente amplitude e velocidade da gesticulação dos participantes, não extrapolam determinados limites.

10 –- –Respeito à Privacidade dos participantes: Dados íntimos da vida particular dos participantes são vistos, inter e transsubjetivamente, como de sua própria jurisdição.

11 –- –Status de Previsibilidade e Sustentabilidade: Como sistema de ordenação equilibrada de ordem e caos, a qualidade e quantidade de possibilidades e mantida em limites ideais. Permitem e impedem o suficiente. A progressão da ordem, nas possibilidades imensas do caos, são reguladas. Dai, sua importância e possibilidades como paradigma para as artes.

12 –- –Plausibilidade das Verbalizações: O fato das verbalizações transcorrerem em âmbito inter ou transsubjetivos, mantendo-se no âmbito de experiência, dai entendimento, dos participantes.

13 –- –Relativa falta de Hierarquia: Igualmente pode-se desenvolver formula para emitir este status ideal.

14 –- –Cultura de Paz: A longevidade e amplitude geográfica da paz é emitida pela formula contida na EPI-I.  Quanto maior a longevidade e amplitude geográfica, dai o status de habituação da paz, mais intensa a possibilidade e qualidade da socialidade.

15 –- –Paradigma da Cooperação e Solidariedade: Cooperação e solidariedade são componentes característicos, para a manutenção de acontecimentos capazes de regular a ordem e o caos. Por isso, traspassam acontecimentos da Socialidade, em vários sentidos e direções.

Edson de Melo
© Copyright 2014-2015 –
 Todos os direitos reservados
_________________________________________________________________
SER – Systematic Enlightenment and Recivilization / Clarificação e Recivilização Sistemática