Tenho acompanhado e sei do momento que vocês estão passando. Abaixo segue trecho da Teoria do Brasil (TB) que explica, basicamente, a situação atual. A problemática do Brasil resume-se, ao menos em parte, nas relações funcionais de Irracionalidade e Racionalidade, naturalmente com uma série de componentes e processos, como estão descritos na TB. O resumo abaixo ajudará as pessoas a encontrar alguma orientação racional e cientifica no momento atual.

_______________________________________________

Edson de Melo

Edson de Melo

RELAÇÕES FUNCIONAIS DE:
IRRACIONALIDADE, RACIONALIDADE E EXPERIÊNCIA (Parte I)

Esta estrutura tem a capacidade de explicar imensa quantidade de ações bizarras etc.

A complexidade do Brasil é explicada pelas relações funcionais de Irracionalidade, Racionalidade e Experiência, naturalmente com uma série de componentes e processos, correlatos e derivados, como estão descritos na Teoria do Brasil (TB).

Desse modo, a TB necessita investigar e utilizar ferramentas altamente sofisticadas.

E estrutura proposta oferece possibilidades de orientação no momento atual.

1 – Irracionalismo (A) em função do Racionalismo (B):

Utilização de forças irracionais, emoções, sentimentos etc. para justificar estrutura advinda de pensamento analítico ou sintético.

Por exemplo, a defesa apaixonada, emocional, da veracidade das fórmulas de Clerck Maxwell ou Isaac Newton, vendo-as como intuição mística.

2 – Racionalismo (B) em função do Irracionalismo (A):

Argumentações lógicas para fundamentar uma ideia surgida por intuição. Significa fixar de antemão, irracionalmente, ”verdade“ a ser justificada racionalmente.

Esta particularidade é a estrutura básica de numero imenso de ações entre brasileiros.

3 – Experiência (A) em Função do Irracionalismo (B):

Observações são feitas sob a interferência de componentes eferentes irracionalistas. Desse modo, apenas registra o que sustenta o objetivo inicial da observação.

Igualmente registramos grande quantidade de ações sob esta relação funcional.

4 – Irracionalismo (B) em função do Empirismo (A):

Explicações com base em desejos, ou sentimentos, para justificar uma observação. Por exemplo, a explicação da aurora boreal como mensagem de Deus etc.

Idem.

5 – Empirismo (A) em função do Racionalismo (B):

Observações são feitas sob a interferência de material aferente desenvolvido, por exemplo, em pensar analítico.

Exemplos: observações na Física, a partir de informações advindas de formulas desenvolvidas analiticamente. A descoberta das ondas gravitacionais, prognosticadas por Albert Einstein, caracteriza esta relação.

6 – Racionalismo (B) em função do Empirismo (A):

Estruturas lógicas são desenvolvidas para justificar ou fundamentar uma observação. Por exemplo, a tentativa de explicar sonhos pelo pensar analítico, ou sintético.

___________________________________
Veja Parte II
Exemplos de relações funcionais de Irracionalidade, Racionalidade e Experiência
_______________________________________
veja outros títulos relacionados a Teoria do Brasil
https://blogpai.wordpress.com/teoria-do-brasil/
veja também: “Tecnologia Filosófica”
https://blogpai.wordpress.com/tecnologia-filosofica/
________________________________________
veja sobre: processo Aferente-Eferente
Processo de Pesquisa e Desenvolvimento da Teoria do Brasil
______________________________________
* TB – Teoria do Brasil (Edson de Melo)
© Copyright 2014-2016 – Todos os direitos reservado
Anúncios