A necessidade de uma Teoria do Brasil.

A cultura e modo de viver dos brasileiros ressentem-se de sistema que explique acontecimentos diversos. E ajude os brasileiros  a compreenderem-se.

  • Como explicar e dar sentido a tudo isto?
  • Quem somos?
  • Onde vamos?
  • O que queremos realmente?

Como explicar os imensos contrastes, contradições, e dai conflitos entre os brasileiros?

De um lado a extrema violência, perversão, fascismo…

De outro a sensibilidade, também extrema, o senso que nos faz realizar coisas belíssimas.

A doçura, meiguice e bondade de nosso povo.

As coisas que nos distinguem dos latinos e ibéricos.

As pretensões recivilizatórias, muitas vezes ridicularizadas ou difíceis de serem tomadas a serio.

E mais além, a criatividade prática, muitas vezes expressando-se de modo negativo, como desleixo etc.

Edson de Melo

a

a

a

A utilidade da Teoria do Brasil para os brasileiros

A falta de uma Teoria do Brasil é a razão de um estado de animo muito característico entre os brasileiros.

O não saber o que se é. Uma certa desorientação histórica, etnológica.

Isto fez dos brasileiros um povo algo inseguro, sendo obrigado a seguir intuições validas, valiosas, mas vagas e abstratas.

Por exemplo, vive em nós a tendência integrativa. Queremos unificar, assimilar e hibridizar tudo.

Mas não sabemos porque, para que ou como fazer isto.

No Tropicalismo, no Clube da Esquina viviam esta tendência intuitiva muito fortemente. Gerou coisas muito boas.

Tais movimentos exemplificavam o poder de nossa “capacidade unificativa”. E a realizava.

Porém de modo que ninguém sabia como. Não podem ser organizados para serem ensinados e aprendidos sistematicamente.

E isto selou o destino de muita gente. E gera, igualmente, grandes perdas.

Um potencial que vive latente na população. Mas não encontra meios para desenvolver-se.

A Teoria do Brasil organiza nosso ser brasileiro. Explica-o de modo objetivo.

E a partir desta autoconsciência, mais prática e social, poderá orientar o desenvolvimento de processo sócio e onto terapêuticos.

Dai sua significação e necessidade.

Esta consciência impulsiona o trabalho diário de pesquisas. Pois uma teoria desenvolve-se lentamente, ao longo dos anos.

Ate tornar-se algo sintético e funcional.

Edson de Melo

a

a

a

Como é possível que a realidade brasileira seja um sistema para a resolução de seus próprios problemas?

A concepção e desenvolvimento da TB, em sua totalidade, respondera esta questão.

No estagio atual, vislumbramos esta possibilidade.

Esta sendo desenvolvida, pouco a pouco.

O questionamento é curioso, inusitado.

Um verdadeiro desafio.

Esta realidade, tão bela e aterradora, esta cheia de objetivos que aparecem como problemas, e vice versa.

Pois, e a qualidade do desafio, ser composto por problemas e estes advirem de objetivos.

No momento, apresentam-se dispersos, sem relacionamento produtivo.

Falta o meio de ligação.

 Edson de Melo